AFP PHOTO/PRESIDENCIA DE MEXICO/HO
AFP PHOTO/PRESIDENCIA DE MEXICO/HO

Peña Nieto destaca vontade de dialogar entre governos do México e dos EUA

Durante encontro diplomatas americanos, presidente do México reiterou que uma das prioridades de seu governo é proteger os mexicanos que vivem nos EUA

O Estado de S.Paulo

24 Fevereiro 2017 | 08h09

CIDADE DO MÉXICO - O presidente do México, Enrique Peña Nieto, destacou a vontade de seu governo e dos EUA de usar a via do diálogo, com respeito à soberania, durante o encontro com os secretários de Estado e Segurança Nacional do país vizinho, Rex Tillerson e John Kelly, respectivamente.

Em um comunicado divulgado pela presidência do México, Peña Nieto disse que o encontro ocorreu em um momento no qual é muito importante fortalecer o diálogo entre os dois países.

"O presidente destacou a vontade de ambos os governos de transitar por esse caminho, sempre com respeito à soberania dos dois países. E afirmou que o México negociará de maneira integral, com um posicionamento firme e em favor dos interesses de nosso país", indicou a nota.

Além disso, o texto oficial informou que Peña Nieto reiterou que "a proteção dos mexicanos nos EUA e o respeito aos seus direitos é uma das maiores prioridades de seu governo".

O secretário de Relações Exteriores do México, Luis Videgaray, informou ao presidente sobre os temas tratados nas reuniões de trabalho com Tillerson e Kelly. Os encontros, segundo ele, foram o primeiro passo de um processo que durará vários meses.

Segundo a nota da presidência, Videgaray reconheceu o profissionalismo e a vontade construtiva de ambos como interlocutores do governo americano.

"Ao concluir o encontro, o presidente Peña Nieto afirmou que a presença de ambos os secretários no México, nesta etapa inicial do governo (do presidente americano, Donald) Trump, credencia o interesse de construir uma relação positiva que criará melhores condições de segurança, desenvolvimento e prosperidade para o México e os EUA", indicou a nota.

Nas reuniões de trabalho também participaram o secretário de governo do México, Miguel Ángel Osorio, o chefe de Escritório da Presidência, Francisco Guzmán, o subsecretário de Relações Exteriores para a América do Norte, Carlos Sa'adah, e o coordenador de assessores do presidente, Carlos Pérez Verdía.

Do lado americano esteve presente, além dos secretários, a embaixadora do país no México, Roberta Jacobson. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.