Pensamentos do presidente chinês pregam avanço da cultura socialista

O presidente da China, Hu Jintao, lançou uma lista de oito mandamentos para "melhorar a moralidade e conquistar uma cultura socialista avançada". Os mandamentos farão parte de cartazes, informou nesta sexta-feira o diário "China Daily". Esta semana, foi publicada uma primeira edição de cartazes com as frases de Hu, ao preço de 8 iuanes (cerca de US$ 1), segundo o jornal. Cada mandamento tem duas partes: uma diz o que o "socialista avançado" deve fazer e outra o que não deve. Por exemplo, "ama e não danifica a pátria", ou "trabalha duro e não seja preguiçoso". "Seja honesto e não busque tirar proveito devido a seus valores", diz outro mandamento de Hu, líder que sempre prometeu lutar firmemente contra a corrupção nos quadros do Partido Comunista. Em linhas gerais, Hu pede ao cidadão chinês que retorne aos ideais de humildade e honestidade do comunismo tradicional, após duas décadas nas quais os líderes do país apregoaram o culto ao lucro econômico rápido em detrimento de outros valores. "São muito neutros, apolíticos, populistas e moderados", comentou o escritor chinês Zhang Kangkng sobre os pensamentos de Hu, quando estes foram apresentados pela primeira vez a membros do principal órgão consultivo, a Assembléia Nacional, no início deste mês.

Agencia Estado,

17 Março 2006 | 06h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.