Pentágono acelera aval a sucessor

O general Joseph A. Dunford, comandante-adjunto do Corpo de Fuzileiros Navais, nomeado no mês passado pelo presidente Barack Obama para suceder ao general John Allen no Afeganistão, será ouvido em audiência para sua confirmação no posto. No comunicado, o secretário de Defesa, Leon Panetta, insistiu que o Senado decida rapidamente a nomeação. O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Tommy Vietor, declarou ontem que Obama também acha que o Senado deve confirmar rapidamente o general Dunford.

WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2012 | 02h05

Um funcionário da Defesa disse que os e-mails entre Jill Kelley e Allen foram trocados entre 2010 e 2012. Ele não explicou a razão para tantas páginas. Também não soube informar como as mensagens estavam relacionadas aos e-mails trocados pelo general David Petraeus e sua amante, Paula Broadwell.

Pelo que se sabe até agora, Jill procurou o FBI depois de começar a ser assediada por e-mail. O FBI iniciou uma investigação e descobriu que as mensagens vinham de Paula Broadwell. Investigou também os e-mails trocados entre Paula e o general Petraeus, indicando que eles tinham um caso extraconjugal. Segundo os investigadores, Paula considerava Jill sua rival.

O funcionário da Defesa disse não saber como Allen e Jill se conheceram. O general estava no Afeganistão desde julho de 2011, embora antes vivesse em Tampa, onde assumira o posto de vice-comandante do Comando Central do Exército, que supervisiona as operações militares americanas no Oriente Médio.

Segundo o funcionário, Panetta foi informado no domingo à tarde pelo Pentágono que o FBI estava com milhares de páginas de e-mails trocados entre Allen e Jill Kelley. Questionado ontem por um jornalista se o general Allen conseguirá ficar no comando efetivo enquanto durar a investigação, Panetta não respondeu. / THE WASHINGTON POST e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.