Pentágono anuncia a transferência de 21 mil militares para o Iraque

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos notificou a transferência de 21.000 efetivos do Exército e da Infantaria da Marinha para o Iraque, dentro do programa de rodízio militar do país. Um comunicado do Pentágono destacou que a mudança afeta quatro brigadas de combate do Texas, do Alasca e do Colorado, que substituirão tropas que devem voltar aos Estados Unidos.Fontes do Pentágono esclareceram que não haverá mudanças importantes no número do contingente militar no Iraque, que neste momento é de 127.000 soldados. "Os níveis de força no Iraque se mantêm segundo as condições existentes e serão determinados em consulta com o governo iraquiano", destacou o Pentágono.O anúncio sobre o rodízio de tropas foi feito num momento em que crescem as pressões sobre o Pentágono e o governo do presidente George W. Bush para que sejam fixados prazos para a retirada das tropas americanas do Iraque. Dinheiro para guerrasA Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou um projeto de lei que atribui US$ 427 bilhões para despesas do Pentágono, incluindo US$ 50 bilhões para as guerras no Iraque e no Afeganistão. Foram 407 votos a favor e 19 contra. O Senado ainda vai votar a sua própria versão do projeto. As duas terão que ser depois unificadas para serem enviadas ao presidente.Os US$ 50 bilhões para os conflitos no Iraque e Afeganistão aumentam para US$ 450 bilhões o custo das duas guerras para os EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.