Pentágono: aviões dos EUA atingiram grupo islâmico

Rebeldes islâmicos estavam avançando contra forças curdas nas proximidades de Irbil

CLÁUDIA TREVISAN, CORRESPONDENTE, Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 10h21

Caças americanos bombardearam na manhã desta sexta-feira posições do grupo Estado Islâmico nas proximidades de Irbil, capital da região autônoma curda no nordeste do Iraque. O ataque foi realizado por dois F-18 que decolaram do porta-aviões George Bush.

Segundo nota do Pentágono, os jihadistas avançavam contra forças curdas que defendem Irbil, onde há um consulado americano e onde estão dezenas de assessores militares dos EUA.

Esse é a primeira ação militar americana no Iraque desde que o presidente Barack Obama declarou o fim oficial da guerra no país, em 2011. Os ataques foram autorizados na noite de quinta-feira pelo presidente, que também deu sinal verde para entrega de ajuda humanitária a milhares de integrantes de minorias religiosas que estão isolados pelo grupo em montanhas da região curda.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIraqueataquesIrbil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.