Pentágono confirma morte de 28 soldados norte-americanos

O Pentágono reconheceu nesta sexta-feira que 28 soldados norte-americanos já morreram desde o início da ofensiva anglo-americana ao Iraque, dia 20 de março. O coronel John Cassella afirmou que 22 militares morreram durante os combates e seis homens em acidentes. Cassella também confirmou que sete soldados norte-americanos são considerados ?prisioneiros de guerra?. Dois deles foram capturados após a queda de um helicóptero Apache e os outros cinco por unidades da inteligência iraquiana. O militar disse que 17 soldados estão em uma categoria especial, ?status desconhecido?, pois não é possível determinar com certeza, até o momento, se estão desaparecidos ou morreram em combate. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.