Pentágono convoca outros 38.000 reservistas

Nesta semana, 38.600 homens da Guarda Nacional e da reserva das Forças Armadas dos EUA foram ativados para compor as forças que atuarão no combate ao terrorismo. O número de convocados é o dobro da maior convocação semanal registrada desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001."Uma parte vai para o Oriente Médio, outros ficarão (na defesa interna) do território americano", disse o tenente-coronel Dan Stoneking, um porta-voz do Pentágono. "Todos são essenciais na guerra contra o terrorismo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.