Peter Foley/Efe
Peter Foley/Efe

Pentágono diz que livro sobre Bin Laden contém segredos

Matt Bissonnette, segundo seus advogados, não é obrigado por lei a submeter o livro para autoridades

AE, Agência Estado

04 de setembro de 2012 | 19h05

WASHINGTON - O Pentágono afirmou nesta terça-feira, 4, que o livro sobre a operação que matou Osama Bin Laden, escrito por um ex-integrante da tropa de elite SEAL, contém informações secretas. O secretário de imprensa do Pentágono, George Little, disse para jornalistas que uma análise oficial do livro No Easy Day (Não Há Dia Fácil) determinou que ele contém informações "sensíveis e confidenciais".

Veja também:

link Autor de livro sobre morte de Bin Laden nega ter violado segredo

link Obama é criticado por ação contra Bin Laden

O autor Matt Bissonnette, segundo seus advogados, não é obrigado por lei a submeter o livro para autoridades antes da publicação. Também nesta terça-feira, o almirante Sean Pybus, chefe das forças especiais, enviou uma carta para seus comandados dizendo que vender detalhes sobre missões e treinamentos coloca em perigo as tropas e suas famílias.

Little afirmou que o Pentágono não tentou impedir a circulação do livro porque não teve tempo suficiente.

Com AP

Tudo o que sabemos sobre:
bin ladenlivroBarak ObamaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.