Pentágono enviará ao Iraque 57 mil novos soldados

Os Estados Unidos enviarão ao Iraque cerca de 57 mil soldados no início de 2007, inclusive cinco brigadas de combate, para substituir o mesmo número de militares no país, informaram neste sábado fontes do Pentágono.Atualmente as tropas americanas no Iraque superam os 140 mil homens, de acordo com estatísticas do Pentágono.Um porta-voz do órgão, Bryan Whitman, disse que outros 1.500 membros da Guarda Nacional da Carolina do Sul vão ao Afeganistão também no próximo ano. O secretário de Defesa Donald Rumsfeld, que está abandonando o cargo, já assinou a ordem de substituição. O Pentágono informou que a troca prevista para 2007 reflete o contínuo compromisso dos EUA com a segurança iraquiana.Na quinta-feira, 16, o Departamento de Defesa tinha anunciado que cerca de 2.200 marines serão transferidos do Golfo Pérsico para uma região não identificada na província al-Anbar, no oeste do Iraque, para apoiar a luta contra a insurgência. O comandante Matt McLaughlin, porta-voz do Comando Central dos EUA, anunciou que a medida será temporária.Será a terceira incursão no Iraque da Unidade de Expedição XV dos Marines, que já participou da invasão, em março de 2003, e voltou ao país em março de 2005. Hoje há aproximadamente 30 mil americanos na província de al-Anbar.O chefe do Comando Central dos EUA e principal responsável militar para o Oriente Médio, general John Abizaid, reconheceu esta semana no Senado americano que al-Anbar está fora do controle de iraquianos e americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.