Pentágono identifica pilotos de helicóptero derrubado

Um dia depois de causar a irritação dos EUA por causa da exibição de soldados tomados como prisioneiros, a TV iraquiana exibiu nesta segunda-feira as imagens de dois pilotos de um helicóptero Apache derrubado em meio a intensos combates a sudoeste de Bagdá."O heróico agricultor Ali Obeid-Mingashderrubou o Apache com seu fuzil", dizia a narração da TV iraquiana. "Estes são os dois pilotos americanos enviados pelo pequeno Bush ao inferno da morte", acrescentava o texto, enquanto os dois homens eram mostrados.Fontes do Pentágono identificaram os pilotos como Ronald D. Young Jr., de 26 anos, da Geórgia, e David S. Williams, de 30 anos, da Flórida. Os dois pilotos apareceram sentados e pareciam estar em bom estado de saúde. Não disseram nenhuma palavra nem foram interrogados diante das câmeras."Esses dois pilotos são agora prisioneiros de guerra e estão sendo tratados como prisioneiros de guerra, de acordo com a Convenção de Genebra", prosseguiu a TV. "Nós, os iraquianos,respeitamos as convenções e os direitos humanos."Antes, a TV havia anunciado a queda de dois Apaches perto de Kerbala, cidade a cerca de 100 quilômetros de Bagdá. O comandante das forças dos EUA na região, general Tommy Franks,reconheceu o desaparecimento de um Apache Longbow. O helicóptero apoiava as tropas de terra que tentavam romper a forte resistência iraquiana nos arredores da capital.Ainda nesta segunda-feira, a explosão de um botijão de gás causou tensão numa base militar americana no Bahrein. O incidente não deixouvítimas. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.