Pentágono nega pouso forçado de avião dos EUA no Irã

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (Pentágono) negou hoje a informação divulgada pela agência iraniana de notícias Fars de que um avião militar americano teria feito um pouso forçado no Irã. Segundo a agência iraniana, um avião militar dos EUA protagonizou uma violação não intencional do espaço aéreo da república islâmica e foi forçado a pousar."De acordo com o centro de coordenação de operações aéreas, não há nenhuma aeronave perdida nem informações de que algum avião tenha pousado no Irã", disse o tenente coronel Patrick Ryder, no Pentágono.Segundo o texto divulgado pela agência iraniana, o avião era procedente do espaço aéreo turco e entrou sem permissão no Irã, sendo interceptado e forçado a pousar. "Havia cinco militares e três civis a bordo e eles foram interrogados", informa a Fars, uma agência de notícias semi-oficial. Ainda de acordo com a agência, o interrogatório ocorreu em um aeroporto iraniano e os oito americanos foram liberados no dia seguinte ao incidente após ficar claro que a violação do espaço aéreo não havia sido intencional. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.