Pentágono pediu destruição de notas

O Pentágono pediu aos interrogadores da base militar americana de Guantánamo, em Cuba, que destruíssem suas anotações, caso fossem convocados para depor em casos de abusos. Segundo o capitão William Kuebles, advogado do canadense Omar Khadr - acusado de terrorismo -, as instruções estavam num manual de operações dos procuradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.