Pentágono reconhece morte de mulheres e crianças

Soldados americanos mataram sete mulheres e crianças iraquianas num posto de checagem, quando a caminhonete em que viajavam não parou como ordenado, informou o Comando Central dos EUA.Dois outros civis foram feridos no incidente num posto de checagem do Exército dos EUA numa estrada nas proximidades de Najaf, no sul do Iraque, segundo um oficial do Pentágono e um comunicado do Comando Central. O incidente está sendo investigado, acrescentaram.Treze mulheres e crianças estavam na caminhonete que se aproximou do posto de checagem. Os soldados fizeram inicialmente disparos de advertência para o ar e depois contra o motor do veículo, sem conseguir pará-lo, segundo o comunicado.O Comando Central considerou que aparentemente os soldados seguiram regras de engajamento para lidar com tais situações. "À luz de recentes ataques terroristas cometidos pelo regime iraquiano, os soldados exerceram considerável contenção, a fim de evitar perda desnecessária de vida", explicou o comunicado.Quatro soldados dos EUA morreram no sábado num posto de checagem nas proximidades de Najaf, quando um carro-bomba foi detonado por um iraquiano trajando roupas civis. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.