Pequeno avião colide contra arranha-céu em Milão

Um pequeno avião bateu num arranha-céu de Milão na tarde de hoje (horário local) que abriga escritórios do governo regional. O tempo no momento da colisão era bom. Segundo as primeiras informações, o avião Piper transportava apenas o piloto. Há notícias de que pelo menos duas pessoas morreram no edifício e há vários feridos. Em Roma, o presidente do Senado, Marcello Pera, disse ser "muito provável" de que tratou-se de um atentado terrorista, mas imediatamente após sua declaração a tevê estatal RAI divulgou que o piloto do avião teria emitido pedidos de socorro. Segundo o policial Celerissimo De Simone, o SOS relatando problemas no motor foi recebido às 17h50 (horário local), pouco antes da colisão. Imediatamente, o senador reconsiderou sua afirmação dizendo acreditar na hipótese de acidente. A tevê estatal informou que o choque provocou um grande buraco no 25º andar do prédio, localizado nas proximidades da estação ferroviária. A polícia cercou a área para permitir o trabalho dos bombeiros e o acesso das ambulâncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.