Pequim cria órgão para combater a corrupção

O governo chinês criou ontem o primeiro órgão nacional para combater a corrupção e nomeou uma mulher, Ma Wen, para comandá-lo. A nova agência coordenará o combate à "crescente corrupção" e seguirá "as práticas internacionais", indicou um comunicado divulgado pela agência ?Nova China?. A agência trabalhará com órgãos de supervisão do governo e do Partido Comunista. Pequim lançou uma campanha para desmascarar os funcionários corruptos e prometeu indultar os que confessarem seus crimes. Desde maio, 2 mil funcionários corruptos se entregaram.

EFE, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.