Pequim diz que viagem de Royal servirá para trocar idéias

O objetivo da visita à China de Ségolène Royal, candidata socialista à Presidência da França, é o intercâmbiode idéias com o Partido Comunista da China, informou nesta sexta-feira à Efe uma porta-voz do PCCh.Royal, que embarca nesta sexta-feira em Paris com destino a Pequim, aonde chegará no sábado, passará quatro dias na China. Seu primeiro compromisso será uma reunião com Wang Jiarui, diretor do Departamento Internacional do PCCh.Na agenda da visita de Royal está o tema dos direitos humanos, inclusive a esperada ratificação por parte da China do Pacto da ONU sobre os direitos civis e políticos. Ela também vai discutir assuntos econômicos, ambientais, as relações entre China e África, e a situação da mulher.Na segunda-feira, Royal vai conversar com outras "autoridadeschinesas", sobre as quais Zhao, porta-voz do partido, não pôdefornecer informações. Nem o PCCh nem a embaixada francesa na China confirmaram se Royal se reunirá também com o presidente da China, Hu Jintao.Quando foi a Paris, em 2004, o chefe de Estado chinês discursouna Câmara de deputados francesa. Mas a sessão foi boicotada por Ségolène Royal e por outros legisladores socialistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.