Pequim diz que vídeo no YouTube é falso

O governo da China classificou ontem como "falso" um vídeo que mostra policiais chineses espancando monges tibetanos com as mãos atadas. A divulgação das imagens, feitas pelo "governo tibetano no exílio", teria, segundo o jornal americano The New York Times, levado Pequim a bloquear o site YouTube desde segunda-feira em todo o país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.