Pequim estuda aproximar e intensificar relações com o Irã

Governos acordaram impulsionar a cooperação e os intercâmbios parlamentares, além de desempenharem papéis insubstituíveis na promoção dos laços bilaterais em todos os níveis

Efe,

19 de abril de 2011 | 02h58

PEQUIM - O governo chinês está disposto a intensificar e diversificar suas relações com o Irã, disse o vice-presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN, Legislativo), Chen Zhili, informou nesta terça-feira, 19, a agência oficial Xinhua.

 

Chen se reuniu com o vice-presidente do Majlis (Parlamento) iraniano, Seyed Shahabedin Sadr, em Teerã, e os dois acordaram impulsionar a cooperação e os intercâmbios parlamentares, acrescentou a fonte oficial chinesa.

 

Segundo Chen, as relações entre as duas nações se desenvolveram de maneira firme e saudável e tanto a APN como o Parlamento iraniano desempenharam um papel insubstituível na promoção dos laços bilaterais em todos os níveis.

 

Já Sadr expressou sua satisfação com as conquistas, nos últimos anos, da cooperação bilateral em política, comércio e intercâmbios culturais e afirmou que o Irã está disposto a melhorar a cooperação pragmática entre os dois países em todas as áreas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.