Pequim mantém preso advogado de dissidentes

As autoridades chinesas mantêm o advogado dissidente Gao Zhisheng, detido no remoto extremo oriente do país, disse ontem um irmão dele, Gao Zhiyi. Foi a primeira confirmação em quase dois anos do paradeiro de Gao, cuja ausência provocou críticas às detenções secretas praticadas por Pequim. Gao está detido na prisão do condado de Shaya, na região de Xinjiang, sob a acusação de "incitar a subversão do poder de Estado", disse seu irmão. "Agora sabemos onde ele está e espero poder visitá-lo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.