Pequim nega entrada para manifestantes de Hong Kong

Quatro membros do grupo de estudantes que lidera os recentes protestos em Hong Kong por mais democracia foram impedidos de viajar para Pequim neste sábado. Segundo representantes do grupo, a companhia aérea Cathay Pacific impediu que Alex Chow, Nathan Law, Eason Chung e Jeffrey Tsang embarcassem no voo que os levaria à capital chinesa, alegando que a permissão de entrada deles no país havia sido negada.

AE, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2014 | 10h45

Cerca de 100 manifestantes pró-democracia foram para o aeroporto de Hong Kong para se despedir dos estudantes, usando guarda-chuvas amarelos (que se tornaram um símbolo dos protestos) e cantando frases de efeito. Um pequeno grupo contrário ao movimento também marcou presença. Os moradores de Hong Kong só podem ir para a parte continental da China com permissões especiais. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Hong KongProtestosChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.