Pequim sugere boicote a produtos da França

Depois de cancelar a Cúpula anual China-União Européia, que seria realizada na França no dia 1.º, Pequim anunciou que deverá boicotar produtos franceses em razão do encontro do presidente francês e do líder espiritual tibetano, o dalai-lama, ontem, na Polônia. Na sexta-feira, o apelo pelo boicote já se espalhava pela internet. "Nova advertência da China a Sarkozy" era a manchete do diário chinês "Global News", especializado em negócios e considerado uma das vozes dos setores mais nacionalistas do regime comunista. "Somente mediante condições de boas relações bilaterais é que poderemos criar um bom ambiente para nossas relações comerciais", afirmou o porta-voz Liu Jianchao.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.