Pequisa mostra baixo moral das tropas no Iraque

Cerca de 49% dos soldados dos EUA entrevistadas numa pesquisa no Iraque afirmaram ser improvável que continuem nas Forças Armadas, divulgou um jornal do Exército, "Stars and Stripes". Apesar de o jornal advertir que os 2.000 soldados questinados não constituíam uma amostra científica, os resultados levantam novas preocupações de que longas missões, complexas e perigosas, farão com que muitos deixem as Forças Armadas na época do realistamento.A descoberta também parece contradizer garantias dadas pela administração Bush de que o moral é alto entre as forças de ocupação, que tentam conter uma violenta resistência e reconstruir a economia e o governo. Junto com os resultados de sua pesquisa hoje, o Stars and Stripes, financiado pelo governo, escreveu que o comandante americano no Iraque não concorda com as conclusões."Não existe um problema de moral", afirmou o general Ricardo Sanchez. "Você vai encontrar, num certo dia, soldados que estão com o moral baixo? Naturalmente", considerou. "Existem dias que acordo não muito bem, e provavelmente iria arrancar sua cabeça. Eu ando por aí e falo com todo tipo de soldado também, e honestamente acredito que nossos soldados estão indo muito, muito bem".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.