Peregrinação a Meca termina nesta terça com voltas na Caaba

Quase dois milhões e meio de peregrinos muçulmanos terminarão nesta terça-feira sua peregrinação após encerrar o chamado "apedrejamento das três colunas de Satã" em Mina e dar voltas de adeus na Caaba, a pedra negra, em Meca, na Arábia Saudita.Após cumprir o ritual do apedrejamento das colunas em Mina, os peregrinos retornarão a Meca para dar sete voltas na Caaba, o enorme cubo recoberto com uma tela negra para o qual os muçulmanos se dirigem para rezar ou para enterrar seus mortos.De Meca, os peregrinos retornarão a seus países de origem. Segundo as autoridades sauditas, a peregrinação este ano ocorreu sem nenhuma tragédia.Nos últimos anos, centenas de peregrinos morreram em conseqüência de tumultos ocorridos sobretudo na Ponte de Yamarat, onde fazem o apedrejamento das três colunas que representam o demônio.TradiçãoSegundo a tradição muçulmana, quando Abraão levava seu filho para a morte, antes que Deus dissesse a ele que sacrificasse um cordeiro no lugar de seu descendente, o demônio apareceu para ele e tentou convencê-lo a não fazer o que Deus tinha pedido: "Como Deus pode te pedir isso? Não vê que não gosta de você?".No apedrejamento das três colunas, os peregrinos lançam sete pedras contra cada uma delas gritando Allah-u-Akbar (Deus é grande).A peregrinação é um dos cinco pilares do Islã, um preceito que todo muçulmano deve cumprir pelo menos uma vez na vida à cidade de Meca. No entanto, ficam isentos de cumpri-la aqueles muçulmanos que, por problemas econômicos ou de saúde, não possam ir a Meca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.