Peretz deve deixar Defesa e assumir Ministério das Finanças

O ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz, indicou na terça-feira, 27, que deverá concordar em trocar de cargo, assumindo o Ministério das Finanças caso vença as eleições primárias, para ocupar o cargo, em maio. Peretz perdeu a maioria do apoio que recebia no começo da guerra contra o Hezbollah e guerrilhas no Líbano no verão passado. Ele foi criticado por assumir a pasta da Defesa no governo Olmert após disputar as eleições pelo Partido Trabalhista apostando em uma campanha que priorizou temas sociais. Peretz disse que pediria o comando do Ministério das Finanças se vencer as eleições primárias, deixando implícito que seu partido deixaria a pasta da Defesa e que ele se deslocaria para as finanças. Mas o ministro não garante uma vitória no partido, enfrentando grande oposição do ex-primeiro-ministro Ehud Barak, entre outros.Barak, militar altamente condecorado, é o substituto natural para o cargo de Peretz."No dia 28 de maio, todos que votarem por Amir Peretz fortalecem a possibilidade do Ministério das Finanças estar sobre o controle do Partido Trabalhista", disse Peretz a partidários em Tel Aviv.O atual ministro, Abraham Hirchson, companheiro de partido do primeiro-ministro, Ehud Olmert, pode ser forçado a renunciar. Hirchson é acusado de envolvimento em desvio de verba quando ocupava outra posição no governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.