Peretz pediu a Solana que interceda por prisioneiros israelenses

O ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz, solicitou ao Alto Representante da União Euroéia (UE) para a Política Externa, Javier Solana, que interceda para conseguir a libertação de dois soldados capturados em julho por milicianos do Hezbollah, informou a rádio pública israelense.O pedido foi feito antes da reunião de Peretz com seus colegas no Conselho de Ministros que debaterá e deve aprovar a resolução do Conselho de Segurança da ONU, que prevê um acordo de cessar-fogo, que deve entrar em vigor na próxima segunda-feira.O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, também se referiu aos dois prisioneiros, Udi Goldwasser e Eldad Regev, capturados pelo Hezbollah no dia 12 de julho, quando participavam de uma patrulha fronteiriça.Olmert disse que ele e Peretz "farão o possível" para conseguir a libertação dos soldados em poder do Hezbollah, uma das exigências de Israel ao lançar sua ofensiva contra a milícia.A libertação dos dois soldados "deve ser incondicional" e na resolução 1.701 do Conselho de Segurança "não se insinua sequer que dependa de uma troca" por prisioneiros libaneses em poder de Israel, assegurou a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, em entrevista à emissora de TV israelense "Canal 1".Os soldados israelenses são mencionados no preâmbulo da resolução da ONU e não entre as condições para o cessar-fogo. O documento também não trata a libertação de prisioneiros libaneses e palestinos, como exige Hezbollah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.