Reprodução
Reprodução

Perfil de menina síria que falava sobre Alepo desaparece do Twitter

Com a ajuda da mãe, Bana, de 7 anos, divulgava fotos e vídeos de sua vida em meio ao conflito

O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2016 | 17h11

LONDRES -  O perfil de uma garota síria de 7 anos no Twitter, que conquistou seguidores no mundo todo com suas atualizações sobre a situação em Aleppo, se tornou inativa na rede social, em um momento em que forças do governo avançam nas áreas da cidade que estão controladas por rebeldes.

Bana Alabed, cujo perfil @AlabedBana era administrado por sua mãe, Fatemah, tinha quase 200 mil seguidores desde que entrou para o site em setembro. Ela divulgava fotos e vídeos de sua vida durante o conflito, que já dura quase seis anos.

Na semana passada, Fatemah divulgou tuítes, incluindo uma foto de Bana coberta de poeira, descrevendo um bombardeio na casa dela, enquanto forças do governo avançavam sobre a parte leste da cidade, controlada por rebeldes. Ela disse à Reuters mais tarde que a família estava na casa de vizinhos enquanto procuravam por outra casa.

No domingo, ela disse a seus seguidores em um tuíte: "Temos certeza que o Exército está nos capturando agora. Nos veremos outro dia, querido mundo. Adeus - Fatemah #Aleppo".

A Reuters não pode verificar imediatamente o que foi descrito na mensagem. Uma busca pela conta nesta segunda-feira revelou uma mensagem dizendo que a página não existia mais, causando preocupação a outros usuários do Twitter que começaram a usar a hashtag #WhereIsBana (#OndeEstáBana, em tradução livre). / REUTERS

 

Mais conteúdo sobre:
Twitter

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.