INSTAGRAM/@OSCARPEREZGOV/Handout via REUTERS
INSTAGRAM/@OSCARPEREZGOV/Handout via REUTERS

Perfil: Oscar Pérez, o policial que usou um helicóptero para protestar contra Maduro

Segundo o jornal ‘El País’, ele não apenas é inspetor-chefe da divisão de apoio aéreo da polícia científica venezuelana, mas também já teve uma curta carreira de ator

O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2017 | 11h35

O inspetor-chefe da divisão de apoio aéreo do CICPC (polícia científica venezuelana), Oscar Pérez, de 36 anos, usou um helicóptero da corporação para sobrevoar as sedes do Executivo e do Judiciário em Caracas na terça-feira 27, exibindo uma faixa contra o presidente Nicolás Maduro.

Segundo o jornal espanhol El País, ele não é apenas um funcionário do corpo de elite da polícia científica. Além dos 15 anos de experiência neste setor, Pérez também teve uma curta carreira de ator na Venezuela.

A publicação afirma que em novembro de 2015 foi exibido no país um filme chamado “Muerte Suspendida”, do diretor Óscar Rivas. O longa-metragem, que relata a história de um sequestro investigado por Pérez, contou com a participação dele e de outros atores conhecidos na cena local.

Pérez dizia que queria mostrar o trabalho dos investigadores por meio da produção, mas ela não foi bem recebida pela crítica já que, segundo o El País, a população vê os policiais como personagens corruptos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.