Perfuradora deve alcançar galeria de mineradores presos no fim de semana

Resgate pode ocorrer antes do previsto se máquina não sofrer mais problemas

Efe

16 de setembro de 2010 | 16h14

Perfuradora do 'plano B' deve ser a primeira a chegar aos mineiros.

 

 SANTIAGO - O ministro da Mineração do Chile, Laurence Golborne, estimou nesta quinta-feira, 16, que a perfuradora Schramm T-130 deve atingir no fim de semana as galerias da mina onde estão presos 33 operários desde o dia 5 de agosto, no norte do país.

 

Veja também:

especialInfográfico: animação mostra como será o resgate

especialLinha do tempo: os piores acidentes da década

 

O ministro disse aos jornalistas que a máquina, que trabalha no "plano B", vai superar, "em mais umas horas", os 500 metros de profundidade, e possivelmente chegará durante o fim de semana aos 630 metros, onde se encontra uma pequena oficina à qual os mineradores têm acesso.

 

Golborne precisou, no entanto, que esta é a primeira perfuração, de cerca de 30 centímetros de diâmetro. Após essa etapa, será trocada uma peça da máquina, para que ela retorne à superfície alargando o orifício para 65 centímetros, processo que vai durar "várias semanas".

 

As operações haviam sido paralisadas por pouco mais de 48 horas na semana passada devido a problemas em alguns equipamentos.

 

Embora tenha sido prudente quanto a previsão de prazos, o ministro disse que, se o processo não sofrer contratempos, os mineradores podem ser resgatados no início de novembro, um mês antes do previsto. "Os planos de trabalho nos levam ao princípio de novembro. À medida que conseguirmos avançar melhor que o previsto, os resgates podem ser encurtados, assim como podem ser alongados se encontrarmos contratempos", explicou.

 

Por outro lado, no "plano A", a máquina escavou até os 320 metros, e no momento encontra-se parada para a realização de trabalhos de manutenção. A estimativa é que a atividade seja retomada durante o fim de semana.

 

As equipes de resgate montaram nesta quinta-feira a máquina de 42 metros de altura e 40 toneladas que trabalhará no "plano C". A perfuradora, que começará a trabalhar na próxima segunda-feira, cava diretamente um duto de cerca de 70 centímetros de diâmetro, ao contrário das outras duas, e pode avançar entre 20 e 30 metros ao dia.

 

O ministro de Mineração indicou que os 33 mineiros estão em bom estado de saúde e são informados sobre os avanços de seu resgate. Golborne confirmou também que o presidente chileno, Sebastián Piñera, viajará à mina no próximo domingo, por conta dos festejos do bicentenário da independência do país.

Tudo o que sabemos sobre:
Chilemineirosminaperfuradoraresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.