REUTERS/Agustin Marcarian
REUTERS/Agustin Marcarian

Peronista vence candidata de Macri e é eleito governador de Buenos Aires

Ex-ministro da economia de Cristina Kirchner, Alex Kicillof derrotou a atual governadora, María Eugenia Vidal; já na cidade, Horacio Rodríguez Larreta, aliado do presidente, conquistou novo mandato

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2019 | 23h32

Ex-ministro da Economia de Cristina Kirchner, Alex Kicillof foi eleito governador da província de Buenos Aires. Com 79% das urnas apuradas, ele somava 52% dos votos, 13 pontos percentuais à frente da candidata do presidente Maurício Macri, María Eugenia Vidal, que tinha 38,6%. Com o resultado, o peronismo volta ao poder na maior província da Argentina, onde havia governado desde o retorno da democracia, em 1983, até 2015.

"Quero parabenizar a Alex Kicillof e toda sua equipe pela excelente eleição", discursou a governadora, que disse pretender iniciar as conversas sobre transição já nos próximos dias.

Para Entender

'Estado' acompanha eleição na Argentina dentro da principal favela de Buenos Aires

Reportagem aluga 'cafofo' na comunidade onde classe média decadente encontra miseráveis que não conseguem ascender

Primeira mulher a assumir o governo Buenos Aires, Vidal foi eleita em 2015 na onda que levou o Cambiemos, de Macri, ao poder.  A cientista política, de 46 anos, era considerada um fenômeno eleitoral por ter interrompido a hegemonia do peronismo. No entanto, não conseguiu descolar a imagem do presidente, que viu a popularidade cair durante o mandato. 

O melhor resultado para o partido de Macri aconteceu na capital, onde Horacio Rodríguez Larreta foi reeleito chefe de governo com mais de 55% dos votos, com cerca de 93% das urnas apuradas. Ele derrotou o candidato kirchnerista Matías Lammens, que tinha 35%. Reduto eleitoral do presidente, a capital passa a ser o principal bastião político do Juntos Por el Cambio 

"Juntos vamos fazer uma cidade mais igualitária e segura. Agora, temos que estar mais juntos que nunca para seguir transformando Buenos Aires", disse Larreta.

Para Entender

Guia para entender as eleições na Argentina

Argentinos decidirão no domingo entre o retorno ao peronismo com Alberto Fernández ou a reeleição do presidente Mauricio Macri

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.