Peronistas ameaçam não retomar relações com o governo

Os governadores do Partido Justicialista (peronistas) não restabelecerão relações com o governo federal da Argentina até que este lhes dê garantias de que saldará, no curto prazo, a dívida com as províncias. Essa é a postura anunciada ao meio dia por alguns governadores da oposição que participam da reunião convocada para analisar qual a postura a ser tomada diante do não repasse de verbas do governo federal para as províncias, num montante avaliado em cerca de 200 milhões de pesos. "Que nos paguem o que nos devem", cobrou o governador da província de Buenos Aires, Carlos Ruckauf. A reunião deve continuar por toda a tarde, em virtude de alguns governadores ainda não terem ainda chegado ao local. O governador da província de Santa Cruz, Néstor Kirchner, afirmou que não há nenhum encontro programado com o governo federal para hoje, conforme havia sido divulgado pela Casa Rosada. As informações são do La Nacion.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.