Perpétua para empresário que matou namorado da filha

Um juiz da corte de Old Bailey, em Londres, sentenciou um empresário à prisão perpétua por ter matado o namorado da filha para impedir o casamento. A promotoria acusou Mustaq Ahmed, de 40 anos. de matar o albanês Rexhap Hasani, de 22, ao perceber que não seria capaz de afastá-lo de sua filha de 16 anos, Sadkia Ahmed.?Eles queriam casar-se e Ahmed não suportava a idéia de que sua filha ficaria com um asilado político que, a seus olhos, não era adequado?, disse o detetive-inspetor John Macdonald aos repórteres depois da audiência de hoje.A jovem era muçulmana. Hasani, um católico, adotara um nome muçulmano e planejava um casamento muçulmano. Em outubro do ano passado, Ahmed atraiu Hasani para sua fábrica no leste de Londres, onde o amarrou, amordaçou e esmurrou. Hasani, segundo a promotoria, morreu de asfixia.?Ahmed atraiu Rexhap para a fábrica induzindo-o a um falso sentimento de segurança ao prometer-lhe emprego e a chance de provar a si mesmo que merecia sua filha?, contou MacDonald. ?E tudo ia indo bem para Rexhap até que Ahmed teve a oportunidade de matá-lo.?A polícia inglesa acredita que houve cerca de uma dúzia desses ?assassinatos por honra? no país no ano passado, metade deles em Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.