Peru ameaça pedir retirada de embaixador venezuelano

O presidente do Peru, Alejandro Toledo, disse hoje que pedirá a retirada do embaixador da Venezuela em Lima se continuar a "intromissão" do seu colega venezuelano, Hugo Chávez, no processo eleitoral peruano.Toledo anunciou que seu Governo "já tomou a decisão de levar o tema à Organização dos Estados Americanos (OEA)", para que o organismo trate do assunto.O presidente acrescentou em declarações a emissoras peruanas que seu Governo já retirou seu embaixador e que, se Chávez voltar a se intrometer em assuntos nacionais, vai "pedir a retirada do embaixador da Venezuela no Peru".O embaixador peruano em Caracas retornou ontem a Lima a pedido de Toledo, em protesto contra a ingerência de Chávez em assuntos internos. Porém, o Governo venezuelano disse que não tem a intenção de retirar seu representante diplomático.Toledo, que disse ser um "soldado da linha de frente" quando se trata de defender o país, afirmou que não responderá aos insultos de seu colega venezuelano porque "respeita e ama" o povo venezuelano.A retirada do embaixador peruano de Caracas respondeu à "persistente e flagrante intromissão" de Chávez na política interna do país andino, segundo o Governo de Lima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.