Peru contesta relatório da ONU sobre plantação de coca

O Peru contesta o relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) segundo o qual o país é o maior produtor de folhas de coca, a matéria-prima para a fabricação de cocaína. O ministro de Relações Exteriores peruano, José António García Belaúnde, disse hoje que as informações contêm inconsistências e erros.

AE, Agência Estado

23 de junho de 2010 | 19h23

O diretor do Escritório da ONU para Drogas e Crime na Colômbia (UNODC), Aldo Lale-Demoz, disse ontem que o Peru produziu 119 mil toneladas de folhas de coca em 2009, comparadas às 103 mil toneladas produzidas na Colômbia durante o mesmo período. Porém, outros relatórios divulgados pela mesma agência mostram que o Peru ainda está atrás da Colômbia tanto na produção de folhas de coca quanto em área cultivada. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
drogasrelatórioONUPeru

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.