Peru e Venezuela restabelecem relações diplomáticas

Peru e Venezuela concordaram em restabelecer suas relações diplomáticas após uma virtual suspensão que durou vários meses devido a rusgas entre os presidentes dos dois países. "O chanceler do Peru (José García Belaunde) tem a satisfação de informar, após um acordo firmado hoje (esta sexta-feira) com o chanceler da Venezuela (Nicolás Maduro), a retomada das relações diplomáticas entre ambos os países", diz uma curta mensagem enviada pela Chancelaria peruana à agência de notícias Associated Press. Mais tarde, o presidente peruano, Alan García, confirmou a troca de embaixadores com a Venezuela.Os dois países não haviam rompido relações oficialmente, mas ambas as chancelarias admitiam que os laços não estavam num nível normal. O distanciamento ocorreu no início de 2006, quando o Peru se encontrava em meio a eleições presidenciais.O impasse foi originado quando o então candidato e atual presidente do Peru, Alan García, trocou insultos com o chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez.O presidente venezuelano criticava García quase que diariamente e o classificou como candidato da direita, enquanto apoiava abertamente o rival nas eleições Ollanta Humala.Alejandro Toledo, o então presidente do Peru, decidiu retirar seu embaixador em Caracas, afirmando que Chávez estava interferindo na política interna do país. O governo venezuelano respondeu retirando seu representante diplomático em Lima.Embora durante meses os dois países se mantiveram distantes com a vitória de García, o peruano e Chávez se reaproximaram em novembro passado, durante a 2ª Cúpula Sul-Americana de Nações. No encontro, os dois se abraçaram e se elogiaram mutuamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.