Peru: estado de emergência em região mineradora

O presidente do Peru, Ollanta Humala, declarou ontem estado de emergência em uma região de mineração no norte do país, palco de um amargo conflito. No centro do embate, está o chamado projeto Conga, de US$ 4,8 bilhões, uma ambiciosa iniciativa da gigante de mineração americana Newmont Mining, que vem atraindo protestos de ambientalistas locais.

DOW JONES, Agência Estado

05 de dezembro de 2011 | 03h02

"Usando meus poderes constitucionais, apresento estado de emergência nas províncias de Cajamarca, Celendin, Hualgayoc e Contumaza", disse o presidente, em um comunicado. Ele acrescentou que a medida entrará em vigor nesta segunda-feira e continuará por 60 dias. Uma greve de trabalhadores está em curso na área há 11 dias.

Tudo o que sabemos sobre:
Perumineraçãoestado de emergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.