Peru: homem morre em protesto contra mina da Xstrata

Pelo menos uma pessoa foi morta no Peru nesta segunda-feira, quando a polícia usou gás lacrimogêneo para reprimir um protesto de mineiros e cidadãos contra a mineradora suíça Xstrata. Centenas de manifestantes utilizaram troncos de árvores e pedras para interromper o tráfego em estradas na província de Espinar, no sul do Peru, para protestar contra poluição que a mineradora estaria provocando nos Rios Salado e Canipia.

Agência Estado

29 Maio 2012 | 00h43

Os manifestantes exigem estudos ambientais na área, citando mortes de diversos animais. Eles também querem que a empresa aumente para 30% a atual contribuição voluntária de 3% dos lucros feita para o desenvolvimento econômico local. O homem morto no conflito ainda não foi identificado, disse o promotor Hector Herrera, acrescentando que oito feridos estavam sendo tratados no Hospital Espinar. Ontem foi o 8º dia de confronto, que já deixou pelo menos 20 policiais e 24 manifestantes feridos, segundo autoridades peruanas. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
peruprotestomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.