Peru: Montesinos denunciado por morte de vigilantes

O foragido ex-assessor presidencial Vladimiro Montesinos foi denunciado por uma promotora por supostos delitos contra a vida e a segurança pública durante os distúrbios de 28 de julho do ano passado. Na ocasião, seis pessoas morreram e diversos danos foram causados devido à posse do terceiro governo do então presidente Alberto Fujimori. A promotora Flor de María Alva disse ontem à noite ter formulado a denúncia contra Montesinos e outras 13 pessoas perante o juiz Armando Canchari, do 22º Júri Penal de Lima.Entre os denunciados figuram o ex-diretor da polícia federal Fernando Dianderas, o ex-chefe da polícia de Lima Alfonso Villanueva e o ex-chefe da casa militar do palácio do governo Gerardo Pérez. Dianderas informou aos jornalistas sobre sua disposição em esclarecer o caso de forma total e absoluta.Em 28 de julho de 2000, milhares de peruanos procedentes de diferentes lugares do país foram ao centro de Lima, no encerramento de uma marcha de protesto contra a posse do terceiro governo de Fujimori, considerado inconstitucional pelos manifestantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.