Peru: presidente Humala indica nova premiê

O presidente do Peru, Ollanta Humala, indicou nesta terça-feira a advogada Ana Jara, de 46 anos, como nova primeira-ministra do país, depois que René Cornejo renunciou ao cargo por conta das denúncias de envolvimento dele com um escândalo para desprestigiar um opositor.

AE, Agência Estado

23 de julho de 2014 | 00h13

Ana Jara é a sexta pessoa a assumir o cargo desde o início do governo de Humala, em 2011. Ela era ministra do Trabalho e foi substituída por Freddy Otárola, um parlamentar próximo à Humala. Os outros 17 ministros foram mantidos no cargo.

Conerjó renunciou ao cargo na tarde de terça-feira depois que seu principal assessor, Luis Zegarra, foi acusado fazer uma campanha contrária ao parlamentar Víctor García, um político rival do ex-premiê.

No domingo, uma reportagem da emissora de TV América mostrou Zegarra pedindo a um funcionário de uma empresa estatal que acusasse García de supostas irregularidades em compras de terrenos.

Depois da veiculação da reportagem, parlamentares de todos os partidos de oposição pediram a renúncia de Conerjó, que se defendeu dizendo que seu assessor trabalhou por conta própria e sem o seu conhecimento.

O caso pode abalar ainda mais a fraca reputação do governo de Humala ante a população. Uma pesquisa da Ipsos Perú, publicada pelo jornal El Comercio, indicou que 68% da população desaprova a gestão de Humala. A pesquisa foi feita entre os dias 6 e 11 de julho. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Peruprimeiro-ministrotroca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.