Peru: promotora pede 10 anos de prisão para irmãos Fujimori

Uma promotora peruana pediu que Juana, Rosa e Pedro Fujimori, irmãos do ex-presidente Alberto Fujimori, sejamcondenados a 10 anos de prisão por suposta má gestão de doações provenientes do Japão, informou na segunda-feira, 19, a agência oficial Andina.A promotora anticorrupção, Sonia Chávez, acusou os irmãos Fujimori de peculato (mau uso de fundos públicos) e formação de quadrilha. Ela quer que cada um pague 500 mil sóis (US$ 156 mil) em reparação ao Estado.Pediu também sentenças semelhantes para o ex-assessor Vladimiro Montesinos, que está preso em Lima, e para Víctor Aritomi, ex-embaixador peruano em Tóquio.O julgamento começará quando os acusados estiverem à disposição da Justiça. Atualmente eles vivem fora do país.O Ministério da Justiça peruano pediu em fevereiro que PedroFujimori fosse extraditado dos Estados Unidos. Ele também é acusado de irregularidades na direção das ONGs Apenkai e Aken, entre 1993 e 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.