Peruanos residentes no Japão são os primeiros a votar

Os 22.218 peruanos residentes no Japão e com direito a voto no segundo turno das eleições presidenciais deste domingo no Peru foram os primeiros a votar, devido à diferença de fuso horário (de 14 horas) em relação ao país andino.No primeiro turno das eleições, nas quais os congressistas também foram eleitos, a participação dos residentes peruanos no Japão foi de pouco mais de 50%.Apesar de o voto ser obrigatório no Peru e estarem previstas multas e sanções administrativas a quem não votar, muitos peruanos residentes no Japão preferem pagar a multa, já que o preço pago para se deslocar é maior.No primeiro turno, a candidata de União Nacional, Lourdes Flores, foi a mais votada no Japão, com 60% dos votos. Os candidatos que disputam o segundo turno, Ollanta Humala, do União pelo Peru, e Alan García, do Partido Aprista Peruano, obtiveram 6,8% e 9% dos votos na primeira rodada de votação no Japão, respectivamente.Um total de 457.891 peruanos, 2,8% dos 16,4 milhões de eleitores, estão inscritos para votar no exterior. A maior parte reside nos Estados Unidos e na Espanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.