Pescadores sobrevivem depois de seis meses à deriva

Dois pescadores de Samoa sobreviveram depois de ficar seis meses à deriva num pequeno barco de metal, comendo peixe e pássaros e bebendo água da chuva afirmaram hoje um dos sobreviventes e um médico. Outros dois homens morreram durante este período, no qual eles se distanciaram 4 mil quilômetros de Samoa, na direção oeste.O Dr. Barry Kirby, do Hospital Alotau, em Papua Nova Guiné, disse que Lafaili Tofi, de 36 anos, e Telea Pa´a, de 27, tiveram muita sorte em sobreviver. "Basicamente, eles sobreviveram graças à água da chuva que tomaram quando estavam à deriva, a alguns pequenos peixes que pescaram e aos pássaros que aterrissaram no barco", informou Kirby à Associated Press, numa entrevista por telefone. Os homens estavam pescando nas águas de Samoa, no dia 20 de junho, quando uma grande onda de peixes afundou o barco de alumínio, de sete metros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.