Pesqueiro chinês vira em águas da Coreia do Sul

Um barco de pesca da China virou após ser abordado por um navio da guarda costeira da Coreia do Sul que tentava acabar com a pesca ilegal neste sábado, deixando um homem morto e dois desaparecidos. Cerca de 50 barcos chineses estavam sendo usados para pesca ilegal em águas sul-coreanas, a 270 quilômetros de Seul, quando foram abordados pela guarda costeira, segundo Ji Kwan-tae, porta-voz sul-coreano.

AE-AP, Agência Estado

18 de dezembro de 2010 | 10h17

Ji afirmou que uma das embarcações chinesas virou depois de intencionalmente bater no navio da guarda costeira para permitir que os outros barcos de pesca voltassem para águas da China. Oito pessoas do barco chinês foram retiradas do mar, mas uma delas morreu mais tarde em um hospital de Gusan. Navios e helicópteros da guarda costeira sul-coreana foram enviados para o local em busca dos dois homens desaparecidos.

Oficiais da guarda costeira lutaram com pescadores chineses em alguns dos barcos de pesca, deixando quatro sul-coreanos feridos. Mais de 300 barcos chineses são capturados em águas da Coreia do Sul todos os anos por realizarem pesca ilegal.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaCoreia do Sulpesca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.