Pesquisa aponta empate entre candidatos colombianos

Os dois principais candidatos à presidência da Colômbia, Juan Manuel Santos e Antanas Mockus, estão virtualmente empatados, segundo pesquisa Gallup realizada entre 22 e 25 deste mês e divulgada hoje.

AE, Agência Estado

28 de abril de 2010 | 11h38

Santos, ex-ministro da Defesa e aliado do presidente Álvaro Uribe, aparece com 34,2% das intenções de voto, enquanto Mockus, ex-prefeito de Bogotá, está com 31,6%. A sondagem tem margem de erro de 3 pontos, caracterizando o empate técnico. Em pesquisa similar realizada no fim de março, Mockus aparecia com 10,4% e Santos estava no mesmo patamar, com 34,2%. A pesquisa Gallup é similar a outra divulgada na semana passada pelo Centro Nacional de Consultoria. Já uma revelada nesta semana pela Ipsos mostra Mockus à frente.

Na Colômbia, o candidato deve garantir 50% dos votos mais um para ganhar em primeiro turno. Em um eventual segundo turno entre Santos e Mockus, o ex-prefeito ganharia com 47,9%, enquanto Santos ficaria com 42,2%, segundo a pesquisa do Gallup.

Santos afirma que pretende prosseguir com a agenda de Uribe de combate duro às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e políticas favoráveis ao mercado. Já Mockus tem enfatizado a ética na política e foi um prefeito popular em Bogotá. O oposicionista diz que pretende manter várias das políticas do atual governo.

A candidata do Partido Conservador, Noemí Sanín, também próxima a Uribe, aparece em terceiro, com 16,2%. No fim de março, estava com 23,3%. A pesquisa mostra ainda que, para 39,4% dos eleitores, o principal problema do país é o desemprego. Para 6,8%, o combate à guerrilha é a principal questão. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.