Pesquisa aponta Netanyahu favorito à sucessão de Olmert

O ex-primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, chefe da oposição parlamentar e líder do partido nacionalista e de direita Likud, pode voltar ao poder com grande apoio da população, segundo uma pesquisa divulgada neste domingo, 29.Para 36% dos israelenses, Netanyahu é o melhor candidato à chefia do governo, enquanto o atual primeiro-ministro, Ehud Olmert, é o candidato com menos apoio: apenas 2,3%.A ministra de Assuntos Exteriores, Tzipi Livni, aparece atrás de Netanyahu com 17% das intenções de voto, seguida pelo trabalhista e ex-chefe da Marinha e dos Serviços de Segurança Geral (Shin Bet), Ami Ayalon (16%).A pesquisa, encomendada pelo jornal Maariv ao instituto independente Geocartografia, entrevistou 501 pessoas e foi divulgada antes da apresentação de um relatório da Comissão Winograd, que investigou as falhas do Governo de Olmert durante o conflito do ano passado com o Hisbolá.As duras críticas dos investigadores da comissão a Olmert, que está há 14 meses no poder, também chegam a seu principal aliado na coalizão de Governo, o ministro da Defesa Amir Peretz, líder do Partido Trabalhista.O relatório oficial será divulgado nesta segunda, 30, mas neste domingo um legislador da direita já apresentou um projeto de lei destinado a conseguir a dissolução antecipada da atual legislatura (Knesset).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.