REUTERS/John Vizcaino
REUTERS/John Vizcaino

Pesquisa aponta que 72% dos colombianos votarão a favor do acordo de paz com Farc

Documento que coloca um fim no conflito que já dura mais de 50 anos será assinado oficialmente em 26 de setembro em Cartagena das Índias e depois será submetido a uma consulta popular

O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2016 | 14h15

BOGOTÁ - De acordo com uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 9, cerca de 72% dos colombianos votarão "sim" no plebicisto sobre os acordos de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que será realizado no dia 2 de outubro. Além disso, 28% dos entrevistados disseram que optariam pelo "não".

As delegações do governo colombiano e das Farc assinaram um acordo de paz em 24 de agosto em Havana após quase quatro anos de negociações que colocam um fim a mais de meio século de conflito armado.

O acordo será assinado de maneira oficial em um ato solene em 26 de setembro em Cartagena das Indias e posteriormente será submetido à consulta popular. No plebiscito, só será feita uma pergunta: "O senhor apoia o acordo final para o fim do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura?".

As intenções de voto por regiões mostraram que no litoral Caribe 80% das pessoas votarão pelo "sim" e 20% pelo "não"; em Bogotá o "sim" registra 72% e o "não" 28%; enquanto na zona central o "sim" leva 69% e o "não" 31%.

A medição na zona leste do país mostrou que 65% dos indagados optariam pelo "sim" e 35% pelo "não"; no litoral Pacífico o "sim" obteria 73% e o "não" 27%, enquanto no sudoeste o "sim" levaria 66% e o "não" 34%.

Na pesquisa, contratada pela rádio RCN, televisão RCN, El FM e a revista Semana, os indagados também responderam à pergunta: "Ao dia de hoje, sua decisão de votar assim já é definitiva e não vai a mudar ou ainda há uma possibilidade de mudança?"

Aproximadamente 80% responderam que já é uma decisão tomada, e 20% afirmaram que ainda há possibilidade de mudar.

A pesquisa foi realizada com 1.526 pessoas nas principais cidades do país entre 1 e 5 de setembro, e conta com margem de erro de 3,5% para o total da amostra. / EFE

Veja abaixo: O acordo de paz entre Colômbia e as Farc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.