Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pesquisa coloca Livni como favorita a premier de Israel

A ministra das Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni, é a favorita para liderar o partido governista Kadima se o premier, Ehud Olmert, for obrigado a deixar o posto por causa da guerra do Líbano do ano passado, mostrou uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 15. A sondagem, divulgada pela rádio Israel, também deu ligeira vantagem à ex-espião Livni sobre o líder direitista Benjamin Netanyahu, líder nas recentes pesquisas. A previsão era de que ele derrotaria facilmente Olmert se houvesse a antecipação das eleições. A imprensa israelense vem especulando que Olmert pode ser obrigado a renunciar quando forem publicadas no mês que vem as conclusões iniciais de um conselho nomeado pelo governo sobre a guerra contra o Hezbollah, em 2006. Olmert recebeu duras críticas por não ter esmagado a guerrilha nos 34 dias de guerra, em que morreram mais de 1.200 libaneses e 157 israelenses. Segundo a pesquisa, quase 34% dos israelenses disseram apoiar Livni para liderar o Kadima e substituir Olmert se ele deixar o cargo. Em outra parte da sondagem, quase 30% disseram preferir que Olmert seja substituído por um novo gabinete liderado pelo Kadima, e 26% afirmaram preferir Netanyahu. Olmert ganhou as eleições gerais há um ano e sucedeu Ariel Sharon, que sofreu um derrame e entrou em coma em janeiro de 2006. As próximas eleições estão previstas para 2010.

Agencia Estado,

15 de março de 2007 | 15h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.