Pesquisa diz que 40% dos alemães vêem algo bom no nazismo

Quatro em cada dez alemães dizem que o nazismo teve alguns "bons e maus aspectos", mas uma crescente maioria sente vergonha do Holocausto, de acordo com uma pesquisa publicada pela Fundação Bertelsmann na segunda-feira. Dos mais de mil alemães entrevistados, 55% disseram que o nazismo foi na maior parte ou totalmente negativo, enquanto 1% vê mais aspectos bons do que ruins. O número dos que vêem algo de bom no Nacional Socialismo caiu para 40%, contra 42% registrados em uma pesquisa similar em 1991. A pesquisa para o Diálogo Alemão-Judeu, realizada pelo respeitado instituto TNS Emnid, mostrou que muitos dos que viam partes favoráveis no regime nazista são idosos ou tinham pouca educação. O relatório explicou que entre os aspectos "favoráveis" estão a mudança econômica alemã após 1933. O relatório de 112 páginas também mostrou que dois terços dos alemães "concordam absolutamente" com a frase "tenho vergonha do fato de os alemães terem cometido tantos crimes contra os judeus", um aumento em relação aos 60% em 1991. O número de pessoas que disseram que "discordam absolutamente" da frase caiu para 8%, em relação aos 13% da pesquisa anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.