Pesquisa mostra queda no apoio à coalizão de Merkel

A mais recente pesquisa de intenção de votos para as eleições na Alemanha, marcadas para 22 de setembro, mostrou que a coalizão liderada pela chanceler Angela Merkel não tem o apoio necessário para garantir um novo mandato no governo alemão e pode ter de governar com os partidos de esquerda.

Agência Estado

15 de maio de 2013 | 14h05

Em pesquisa realizada pelo Forsa Institute, a coalizão de centro-direita formada pela União Democrata Cristã (CDU), Partido Liberal Democrata (FDP) e União Social Cristã (CSU) aparece com 44% das intenções de voto, perdendo 1% em relação à pesquisa anterior.

Os demais partidos representados no Parlamento alemão - Partido social-democrata (SDP), Partido Verde e o pós-comunista A Esquerda - aparecem na pesquisa com 46% das intenções de voto, também 1% abaixo da posição apurada na pesquisa anterior.

Quando questionados sobre o partido em que votariam se as eleições ocorressem no próximo domingo (19), 40% dos entrevistados afirmaram que apoiariam a coalizão CDU/CSU, em comparação com 39% na pesquisa anterior. O porcentual de eleitores que votariam no FDP permaneceu inalterado em 4% - abaixo dos 5% necessários para ter representação no Parlamento alemão.

A pesquisa, encomendada pela revista Stern e pelo canal de TV RTL ouviu 2.001 eleitores entre 6 e 10 de maio.

Como a fase mais intensiva da campanha eleitoral ainda não começou, ainda poderá haver mudanças significativas nas intenções de voto dos eleitores até a data da eleição, em 22 de setembro. As informações são da Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhapesquisapolíticaMerkek

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.