Pesquisa mostra rejeição de britânicos a ataques ao Irã

Uma pesquisa divulgada neste domingo, 1, pelo jornal The Sunday Times revela que 48% dos eleitores britânicos são contrários à idéia de lançar uma ação militar contra o Irã para resgatar os 15 militares detidos em 23 de março quando patrulhavam águas do Golfo Pérsico.Segundo a enquete, 26% dos ouvidos acreditam que Londres deveria apresentar desculpas ao Irã, como exige Teerã, apesar da insistência britânica em que seus militares foram aprisionados em águas do Iraque.Outros 17% dos entrevistados defendem a imposição de sanções à República islâmica, enquanto 7% acreditam que o Reino Unido já deveria se preparar para um eventual ataque caso os esforços diplomáticos falhem.A recomendação que o governo continue seus esforços diplomáticos para recuperar os militares detidos, entre os quais há uma mulher, mas sem se desculpar, é apoiada por 40%.De qualquer maneira, os britânicos se mostram otimistas sobre a possibilidade de um desenlace feliz, sendo que 66% dos ouvidos expressaram sua confiança na capacidade do primeiro-ministro, Tony Blair, e da responsável pelo Exterior, Margaret Beckett, de resolverem a crise, contra 28% que opinaram o contrário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.