Pesquisa nacional mostra García com 14 pontos à frente de Humala

A vantagem do ex-presidente peruano Alan García sobre seu rival Ollanta Humala nas pesquisas deintenção de voto para o segundo turno no Peru chega a 14 pontos porcentuais, segundo a primeira enquete nacional publicada no domingo. A pesquisa da empresa Apoyo revelou que García, do partido Aprista Peruano, teria 57% dos votos, enquanto o nacionalista Humala, do partido União pelo Peru, 43%. As enquetes publicadas na última semana, que situavam essa diferença em menos de 10 pontos percentuais, foram realizadas exclusivamente em Lima e na região vizinha do Callao. No entanto, havia expectativa sobre o resultado no interior do país, já que a popularidade de Humala na capital é frágil quando comparada com a do ex-governante aprista. Em entrevista ao programa Quarto Poder, que divulgou a pesquisada Apoyo, Humala reconheceu que Lima representa um grande reduto eleitoral - um terço do total - mas "muito complexo" devido à diversidade de setores representados entre seus moradores. O candidato nacionalista se dedicou nos últimos dias a percorrer os distritos mais pobres da capital para atrair votos, enquanto García optou pelas províncias. Consultado sobre o resultado das enquetes e sua relação com o apoio recebido do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, Humalareconheceu que efetivamente este "não ajudou" sua candidatura. O ex-comandante do Exército disse que Chávez é muito loquaz e que seus adversários aproveitaram suas declarações contra García e Alejandro Toledo para usá-las politicamente contra ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.